Ler é Perigoso

Marguerite Yourcenar

 

  Marguerite Yourcenar, A salvação de Wang-Fô e outros contos orientais, Tradução de Gaetan Martins de Oliveira, Leya, 2008

 yourcenarMarguerite Yourcenar, nascida na Bélgica, viveu quase toda a vida nos Estados Unidos, na ilha Mount Desert.

Foi a primeira mulher a entrar na Academia Francesa, em 1980.

Esta novela oriental foi publicada, pela primeira vez, na Revue de Paris, em 1936. Todas as  Novelas Orientais foram publicadas primeiro separadamente. Em 1938 foram reunidas num só volume.

Depois de várias obras publicadas, a fama mundial desta escritora surgiu com As Memórias de Adriano, em 1951, um sucesso retumbante. A Obra ao Negro (1968) foi  a segunda obra da autora que obteve um igual sucesso.

A atracção de Marguerite Yourcenar pelo pensamento  oriental marcou  a sua obra e levou-a a escrever um ensaio sobre o escritor japonês MISHIMA, MISHIMA OU A VISÃO DO VAZIO, (Relógio d’Água, Tradução DE MANUEL ALBERTO).

A novela  A salvação de Wang Fô inspirou, em 1987, RENÉ LALOUX (1929-2004), realizador de filmes de animação,  para uma curta metragem. Os desenhos são de Philippe Caza.

Esta escritora  marcou e continua  marcar uma série de escritores, entre os quais destacamos DAVID MOURÃO FERREIRA que lhe dedicou o ensaio: Marguerite Yourcenar: Retrato de uma voz (1988). Ed. Rolim, 1988.